Vivendo seu Propósito

Agora em abril, na energia de Áries, faz três anos que trabalho solo. Eu já tocava alguns atendimentos mesmo quando trabalhava com diretora de arte, mas meu foco até então não era atender pessoas. Porém chegou um dado momento que vi que aquela rotina de agência não batia mais comigo. A questão é que eu não vivenciava meus valores dentro daquele trabalho e ritmo da CLT. Liberdade, mobilidade, propósito, respeito e desenvolvimento humano são valores que hoje vivo plenamente. Aí em um dado momento entrei em contato com o conceito de Ikigai - e percebi que juntei tudo (além dos meus valores) em um único caminho.


* para melhor aproveitamento desse conteúdo, clique aqui e baixe o pdf.


Agora vamos por partes... o que seria esse tal de IKIGAI?


IKIGAI é um conceito originado em Okinawa. Deriva de IKI, que significa vida e KAI, realização de desejos e expectativas. É uma maneira singular de ver e viver a vida que propicia o encontro de sua "razão de ser" ou "o motivo pelo qual acorda todas as manhãs".

De acordo com os japoneses, todos temos um IKIGAI e encontrá-lo exige disposição para investigação e autoconhecimento.


O IKIGAI permite vivenciar a HARMONIA, LONGEVIDADE e a SATISFAÇÃO PLENA nas diferentes áreas da vida, através da RAZÃO DE SER ou PROPÓSITO para a sua existência. "A busca pelo sentido na vida está (na sociedade moderna) profundamente ligada ao entendimento de QUEM SOMOS (nossas crenças, relacionamentos, cultura, formação, valores), mas também em boa parte sobre O QUE FAZEMOS (profissão, vocação, trabalho, lazer). Assim, em muitos casos nossa percepção sobre a RAZÃO DE SER dificilmente estará completa sem encontrarmos consonância entre o que somos e o que fazemos. Em outras palavras, em um mundo no qual nossa identidade apresenta uma profunda correlação entre o ser humano e seu trabalho, são poucas as pessoas que se sentem felizes e com seu propósito realizado sem ter compreendido aspectos pessoais e profissionais."

É possível facilitar sua busca usando como base algumas perguntas que devem ser feitas a si mesmo através dos círculos do IKIGAI (página 1 do pdf).


Acompanhando o gráfico, escreva tudo que tenha relação com cada um dos pontos (mesmo que você não encontre relação entre eles num primeiro momento):

• Aquilo que você ama (ex.: dança, cinema, ajudar, cuidar de pessoas...)

• Aquilo que você é bom (ex.: criar coisas novas, artesanato, ouvir...)

• O que o mundo precisa (ex.: empatia, saúde mental, amor, respeito...)

• Aquilo que você é pago para fazer (ex.: terapeuta, coach, direção de arte, dar aula...)


Do encontro de cada círculo:

- Da junção daquilo que você ama com aquilo que o mundo precisa, nasce sua missão.

- Da junção daquilo que o mundo precisa com aquilo que você é pago pra fazer, nasce sua vocação.

- Da junção daquilo que você é pago para fazer com aquilo você é bom, nasce sua profissão.

- Da junção daquilo que você é bom com aquilo que você ama, nasce sua paixão.


E a síntese de tudo isso vira seu propósito, ou IKIGAI


E o que vem a ser os VALORES PESSOAIS?

Os valores são a base para encontrarmos o melhor caminho para seguir nosso propósito. Quando temos valores bem sólidos, tomar decisões, definir metas e desenvolver as competências certas para cada função se torna um processo muito mais fácil. Descobrir os valores é de grande importância e não é uma tarefa das mais fáceis, porém é mais desafiador percebemos que estamos negligenciando estes valores.

A partir do momento que escolhemos um caminho a seguir, todos os obstáculos devem ser vencidos, sem que com isto seja comprometido nossos valores pessoais.


Para descobrir seus valores, siga as etapas abaixo:

1- Pergunte-se quais princípios guiam suas decisões e comportamentos, e descubra o que é importante para você. Talvez seja a liberdade, a integridade, a justiça, a humildade, a generosidade, a autonomia, a autoconfiança, o reconhecimento, o afeto ou qualquer outra coisa que faça sentido para você. Esses aspectos representam o que você é de fato, e não o que gostaria que as pessoas pensassem a seu respeito. Escolha valores que tenham a ver ao seu caráter, e não com sua reputação.

2- Coloque os valores em ordem de prioridade na RODA DE VALORES (página 2 do pdf), sentido horário, e perceba o quanto, de 10 a 100, você está vivenciando cada um desses valores hoje na sua vida (onde 10 é quase nada e 100 é estar vivendo plenamente).

Essa sua carta de valores é pessoal e intransferível, e todas as suas decisões devem ser baseadas nela. Se você ainda não tem definido aonde quer chegar e quais valores irão nortear esta sua caminhada, qualquer caminho servirá para você, pois qualquer um o levará para algum lugar.

E por fim, praqueles que ainda não tem ideia dos seus dons, missão e propósito, selecionei algumas perguntas de coaching que está acompanhando o mesmo pdf (página 3). Elas podem te ajudar a ter uma ideia daquilo que você ainda não parou para ver e te dar um direcionamento para “recalcular a rota”.


Divirta-se e boa sorte!!! =)







Instituto Afrodite•Se - Rua Pereira Stéfano, 114 conj 1205 - Saúde - São Paulo/SP
© 2018 por Van Hamazaki. Fotos: Mari Marques. Todos direitos reservados.